Carta de recomendação, indicação

São muitas as formas de entrar e se tornar aluno de uma instituição de ensino, sendo que geralmente as mais requisitadas e que possuem um maior prestigio no mercado são as mais burocráticas para realizar diversos processos existentes, seja para uma vaga de estudante ou de trabalho.

Muitas instituições de ensino que são renomadas em todo o país, contam com diversas unidades em todo o Brasil, e para que os profissionais possam trabalhar, muitas vezes são solicitados cursos ou mesmo carta de recomendação e indicação para a sua área de atuação.

Carta de recomendação

O que é e como funciona uma carta de recomendação?

As cartas de recomendação nada mais são do que um tipo de documento ao qual os antigos empregadores atestam as qualidades profissionais e pessoais dos ex funcionários e o recomenda para quem tiver interesse.

Esta carta poderá ser feita pelo departamento pessoal, diretor, gerente ou mesmo chefe imediato.

O que realmente importa é que a pessoa venha a escrever a carta de recomendação, e posteriormente confirme o que está escrito, já que na maioria das vezes estas informações são checadas.

Qual o conteúdo que deverá estar destacado na carta de recomendação?

Com relação aos conteúdos a carta de recomendação deverá ser criada através do período trabalhado, função, atividades que são realizadas, desempenho na realização de tarefas, qualidades profissionais, pontos fortes e o potencial de ex funcionários por exemplo.

Ao final da carta, devemos contar com os dados de quem escreveu, entre eles o nome, o cargo, telefone e assinatura.

Quando devemos entregar as cartas de recomendação?

As cartas de recomendação deverão ser entregues apenas quando forem solicitadas.

Esta é a mais solicitada no caso de algumas profissões que estiverem livres, onde não é preciso ter um diploma oficial, basta apenas que o candidato se intitule conhecedor de alguns assuntos para exercer a profissão determinada. Nesta situação temos uma recomendação que é bastante importante, são os casos de cuidadores, babás, seguranças, empregados domésticos em geral, entre outras situações.

Confira logo abaixo alguns modelos de cartas de recomendação e faça a sua conforme a sua necessidade. Se for necessário solicite ao seu superior imediato esta recomendação.

Modelo 1

Modelo 2

Modelo 3

Modelo 4

Modelo 5

    
Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!


25 Comentários

  1. Eu sou formando em administração de empresa, porem nunca consegui exerce de fato a função, apenas trabalhando para mim mesmo como autonomo.
    E tem muitas empresa tem vaga auxiliar ou assistente administrador, exigir certos conhecimentos que eu possuo, porem não tenho como comprova sem demostra na pratica.

    Será eu posso pedir para amigos ocupa cargos contabilista ou amigo que possue loja, a escreverem uma carta de recomendação para mim. Será empresa aceitaria tal carta de referencia como comprovante experiencia ou não?

  2. Mauricio says:

    Jovem, Cristiano Marcio, boa noite!

    Eu vejo um futuro brilhante em você, mas, de imediato, recomendo a leitura de alguns livros para que você possa evoluir na sua escrita.

    Abraços,

    Mauricio

    • Dr.ª Sunamita Paiva says:

      Sua colocação foi ridícula! NÃo respondeu a pergunta, e por fim foi muito indelicado em seu comentário.

    • Valquiria says:

      Sr. Mauricio,
      Siga seus próprios conselhos.
      Sugiro que estude melhor a colocação das vírgulas só pra começar. E já que se considera “sábio”, reveja sua escrita antes de dar enter, se sua intenção for corrigir alguém.

      Vejo um futuro brilhante em você -> Vejo um futuro brilhante para você
      Evoluir na sua escrita -> Evoluir a sua escrita

  3. Aff… O rapaz já falou que é formado e só tem dúvida se é pertinente ou não levar uma carta de recomendação de amigos e o outro já manda ele ler livros como sem nem o conhecer. Dando entender que ele não arruma emprego por falta de inteligência. Quanta arrogância, custa responder o que ele pediu? Todo mundo sabe que a área de Adm junto com muitas outras está saturada e é difícil conseguir um emprego para quem está começando a carreira.

    Olha, Cristiano, eu trabalho como gerente e eu acho que é sim um diferencial para te ajudar a conseguir um cargo mais bacana. Mostra seu interesse em apresentar seu valor e mostra também que existem pessoas que podem reconhecê-lo por isso. Mas desde que seja honesto na hora de apresentá-la, por exemplo, diga a verdade, que são pessoas que te conhecem e que atuam na sua área. A carta vai funcionar como um plus no currículo. Eu só não acho justo por exemplo pedir para um amigo mentir que vc trabalhou em tal lugar e que fazia tal coisa porque isso é muito facilmente desmentido e pode te deixar em uma situação constrangedora depois.

    Espero ter ajudado e ignore este Mauricio

  4. Selma Caires says:

    também concordo com o comentário do Matheus Cerri , antes tudo temos que mostra apenas o somos capazes de fazer, e mauricio deixo bem claro que não te ajudou. vai dar tudo certo viu.um abraço.

  5. Marina Crozetta says:

    O Maurício está certíssimo. Sou empregadora e jamais contrataria alguém que escreve tudo errado. Primeiro passo no caso do Cristiano, é aprender a escrever.

    • Matheus says:

      Talvez seu ramo de atividade não resuma a totalidade da realidade do nosso país. E talvez o fato do colega ter errado algumas palavras não signifique que ele seja uma pessoa tão incapaz quanto imagina.

    • Cristiane Rossi says:

      Concordo, sou empregadora e também considero muito a escrita na hora da contratação, acredito que a dica do Mauricio ajudou sim o rapaz, mais do que ele imagina se a seguir. O rapaz está procurando ajuda e isso é fundamental, e as vezes falta apenas o foco!

  6. RENATA says:

    A questão sobre a recomendação de leitura, foi porque o jovem Cristiano Marcio não está usando a grafia correta das palavras! Principalmente os verbos no infinitivo: COMPROVA (CORRETO=COMPROVAR)
    DEMONSTRA (CORRETO =DEMONSTRAR)
    Erros que não ‘fatais’ quando uma empresa analisa a escrita. Aliás, o que tem de gente perdendo oportunidades de trabalho por causa disso, é assustado! Portanto pessoal, vamos LERRRRRRRRRRRR!!!

    • Matheus says:

      Vocês falam como se todo mundo que é formado em Administração tivesse dois caminhos: Virar dono da Google ou morar em baixo da ponte. É lamentável julgarem uma pessoa, que se mostrou esforçada por sinal, apenas pelo português. Eu concordo que escrever corretamente é algo básico e a carência nessa parte fecha muitas portas. Nós nem sabemos a qual região o colega pertence, e sabemos que dependendo de qual for, talvez o português dele esteja muito acima da média. Sendo uma pessoa esforçada e interessado em ser um empreendedor ele pode começar por algum lugar, como micro empreendedor e atuar de maneira honesta e pagando os seus ridículos impostos sendo útil a sociedade e se sustentando. É muita ignorância mandar os outros “LERRRRRRRRRRRRR!!” como se isso fosse de fato relevante pra vida profissional de alguém.

  7. RENATA says:

    Ops: Assustadorrrrrr

  8. Andrea says:

    Quando se faz uma crítica construtiva, as pessoas quase nunca conseguem ver com bons olhos, preferem colocar uma mascara e fingir que está tudo bem. com escrita e fala inadequada não conseguimos melhorar no mundo corporativo. Concordo com o Mauricio e a Renata.
    Vamos ler e estudar

    • Re says:

      Você falou tudo!
      O Mauricio foi correto na observação. E não vi o comentário dele como uma ofensa, mas sim como uma critica construtiva. É revoltante uma pessoa formada que mal sabe escrever direito,aliás, é mais revoltante ainda saber que existem milhares de universidades particulares que não consideram a redação como fator relevante (dizem que consideram, né?). Não sei por é necessário prestar vestibular para essas unilixos…. Eu estudava com uma mulher que escrevia pior que uma criança da primeira série e, embora estivesse cursando o nível superior, ela não tinha capacidade para compreender um texto. Tentei ajudá-la, porém eu fiquei como a errada da história, muitos me chamaram de arrogante, só porque recomendei que ela usasse um dicionário para enriquecer a sua escrita… pqp. Será que ela vai arrumar um emprego? Aposto que não! E isso que digo não é preconceito não, é realidade. Fui super humilde ao tentar ajudá-la e me dei mal.
      Lamentável.
      Bora ler, galera!

  9. Jonas says:

    Quanta arrogância e nem ao menos teve a humildade de responder o que o Jovem perguntou. Tu podes até dominar a gramática mas, pela indignação dos colegas e pelo modo como Você se expressou, vá procurar um bom curso que melhore esses teus erros gritante de arrogância, superioridade e tudo mais.

  10. Thiago says:

    A resposta é talvez, depende de quem te analisa; mas, na real, em nossa Republica Federativa do Brasil o mais comum tem sido indicação informal (quem indique!). Agora meu irmão tenha fé, o problema das vagas de emprego em certas profissões tem haver com políticas mal elaboradas clame e Deus abrira a porta, que vc precisa (João 10:9)

  11. maria cristiane says:

    eu tbem mim formei administracao esta muito dificil nao tenho experiencia ja trabalhei como estagiaria

    • Re says:

      Amiga, como você se formou em ADM?
      Mim formei??????????????? “Doeu os olhos” ler essa frase. A pessoa não sabe nem a diferença entre as palavras esta e está. Vai ser difícil arrumar emprego sim…

      Vergonha para a nossa classe de administradores.
      Vai ler mais, amiga.

      Abraços.

  12. Faço coro com todos os que aconselharam o Sr. Cristiano Márcio a primorar sua escrita. Coincidentemente (ou não), todos os que se sentiram ofendidos pelos conselhos construtivos também possuem escrita deficiente… analfabetos funcionais, de fato! Vejam: nem o próprio nome o rapaz escreveu corretamente! Não saberia ele que o uso de iniciais maiúsculas é obrigatório para nomes próprios? Enfim, as cartas de recomendação de amigos podem até ser úteis no momento da entrevista, porém serão completamente inúteis quando você precisar redigir um relatório, ou um simples e-mail, para seus superiores. Estes constatarão que você é praticamente analfabeto, e seu emprego estará em risco. Escrever corretamente é o mínimo que se pode esperar de um profissional de nível superior, principalmente de um com pretensões tão ambiciosas. Assim sendo, deixo meu recado: Cristiano, e todos os outros analfabetos funcionais indignados com a própria ignorância, vão estudar! Mas por conta própria, pois diploma não é sinônimo de sabedoria. 50% dos profissionais formados no ensino superior brasileiro são analfabetos funcionais, e cabe a cada um sair dessa situação sozinho. Não esperem ajuda. Se consideram seu conhecimento deficiente suficiente, contentem-se com a mediocridade. Não esperem reconhecimento que vocês não merecem.

  13. wesly says:

    pessoal, criticar é fácil, o rapaz está precisando de emprego na sua área não é de professor de português.
    siga em frente meu amigo Deus está com você! !!!
    corra atrás dos seus sonhos e não olhe para atrás.
    boa noite!!!!

  14. Diogo Rocha says:

    Eu vejo um futuro brilhante em você, mas, de imediato, recomendo a leitura de alguns livros para que você possa evoluir na sua escrita.
    Abraços,
    Mauricio

  15. Alex Zimm says:

    Lendo todos os comentários vejo várias oportunidades de crescimento. Cristiano, referente sua dúvida, sim pode ser elaborada uma carta por profissionais que tenham atuado com você, lembrando que as informações serão conferidas pelo RH da empresa entrevistadora, sendo assim, utilize apenas funções já exercidas. A escrita também é muito importante. Muitos currículos são deixados de lado por detalhes, e o conteúdo/gramática é um desses detalhes analisados. Aprimorar o conhecimento é fundamental para se manter atraente para o mercado de trabalho.

  16. Cecilia says:

    My God. O problema no momento não é a escrita e nem a leitura, embora concorde que é de suma importância. Creio que o problema maior é o desemprego em todas as áreas e principalmente em administração, pois as grandes empresas a maioria delas os Administradores são pessoas da própria família e as pequenas ainda não tem condições de pagar um administrador.Minha filha é administradora de Empresas, escreve bem, e não conseguiu em prego nesta área.Este é o nosso País.
    Agora quanto a orientação, qdo estamos dispostos a dar , necessitamos um pouco de caridade mesmo qdo a critica seja construtiva.

  17. Emannoel says:

    Mds, estão brigando por causa de um comentário.. dói até no coração, ver isso! ‘-‘

Deixe um Comentário: