Modelo de termo de confissão de dívida

Problemas financeiros e com questões de dividas são determinadas situações que acontecem diariamente na vida das pessoas físicas e jurídicas e que merecem ser tratadas com toda a atenção.

O problema do inadimplente de uma dívida é um dos problemas que mais ocorrem e que geram muita dor de cabeça para as pessoas e para que essa situação seja resolvida é necessário que seja feita uma cobrança pelo credor. A confissão de dívida é a forma por via de legal de se fazer um reconhecimento da dívida que a pessoa tem com o credor.

O modelo é a forma que a lei estabelece no seu ordenamento jurídico como o modelo de documento que deve ser utilizado em situações que o inadimplente já está com problemas de dívida e que ele precisa reconhecer esse problema de forma legal.

Qual a finalidade do termo de confissão de dívida?

Modelo de termo de confissão de dívidaEsse termo é uma forma que o credor tem de poder mostras a pessoa física ou jurídica que ele está devendo para determinada organização e que é preciso que ele assuma a sua dívida e vá quitar seu debito.

Esse documento deve ser certo, líquido e exigível, pois é um documento que deve mostrar que a pessoa está ciente das suas obrigações e que deve pagar tudo ao credor. Por isso esse modelo de documento deve ser certo, pois é por meio que todas as dúvidas quanto ao pagamento da dívida serão firmadas.

Poder ser de duas formas: um é chamado de título liquido e o outro é chamado de título exigível. A diferença entre ambos é que no título liquido o valor a ser pago vem especificamente pelo credor.

Quem pode usar esse termo de confissão de dívida?

Pode ser utilizado por todas aquelas pessoas físicas ou jurídicas que se sentirem lesadas e que tiverem um debito a ser pago por uma pessoa devedora. Utilizando esse documento o credor vai estar amparado pela lei, caso precise utilizar outras vias jurídicas.

Abaixo um modelo:

Modelo de termo de confissão de dívida

    
Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!


Deixe um Comentário: